top of page
  • Foto do escritorJefferson W. Santos | Ad Astra

O círculo estratégico e as competências essenciais



Qualquer atividade, em qualquer setor, que uma empresa ou uma organização execute, visa atender às necessidades, demandas ou vontades de um cliente.


Seja um cliente interno ou externo (nestes inclusos órgãos públicos e agências reguladoras), essa demanda se traduz em uma entrega. Portanto, um bem ou um serviço (seja uma camisa, um tênis, um carro, uma consultoria, um protocolo, uma certificação, um atendimento médico, jurídico, psicológico, cartorial etc.). Todos seguem um CÍRCULO BÁSICO: Um início, um processamento, uma entrega e um feedback.


O início do CÍRCULO


O cliente como início desse círculo apresenta uma vontade (ou uma expectativa de entrega), que precisa ser verificada se é viável, factível ou legal.


Pode ou não ser feito?


Ato contínuo, a empresa verifica suas competências, recursos, métodos e o tempo disponível antes de se prosseguir com as buscas e aquisições de insumos, chegada destes ao centro de processamento, transformação do insumo em um produto (bem ou serviço) e entrega como o cliente apresentou como requisitos e expectativas.


Os ambientes externo e interno permitem fazer?


Como vivemos em uma realidade econômica onde a figura do Estado é muito presente e incidente na atividade produtiva, este CÍRCULO sofre interferências do ambiente externo, seja por intermédio de ações dos agentes intervenientes (públicos ou privados) ou deficiências na infraestrutura crítica ou humana. Em função dessa realidade, as lideranças na empresa precisam se certificar o nível de dificuldades ou de desafios com os quais os elementos externos irão dificultar a produtividade e a eficiência da entrega do produto nas condições demandadas pelo cliente.


A entrega e o feedback


Uma vez que o bem ou o serviço é entregue, o ecossistema produtivo aguarda o feedback do cliente para consolidar as metodologias e recursos usados na produção ou corrigir até a satisfação plena do cliente.


Sempre em busca de excelência e de competividade, as lideranças registram todos os atos, processos, sistemas e metodologias para, em produtos futuros, apresentarem os mesmos níveis de excelência ou aperfeiçoá-los em função das evoluções do mercado.


O principal ator desse ecossistema produtivo é o funcionário. Sendo executivo ou líder de equipes, há um pressuposto ético básico de que, uma vez contratado, ele irá desempenhar suas competências e habilidades conforme asseverou nas fases de recrutamento e de seleção estruturada pela empresa em busca de mão de obra qualificada e preparada para os desafios aos quais ela tem expectativa que a contratação vá atender.


Você, como partícipe operativo e operacional desse círculo irá apresentar e aplicar as competências essenciais para, fazendo parte de uma grande “sinfonia”, entregar suas competências.


Quais seriam, em meu entender, tais competências essenciais?


Ressalto que essa seleção adveio de aprendizado imersos em consistentes desafios junto a um variado, mas valoroso, elenco de colaboradores em mais de dez organizações distintas, ao longo de mais de 30 anos. Segue o elenco:

  • O conhecimento:

    • Não só em termos de expertise específica para a elaboração do produto (bem ou serviço) requerido pelo cliente,

  • A Consciência Situacional (Situation Awareness):

    • Refere-se às condições e óbices existentes tanto nos ambientes externos como interno da empresa;

    • Considera a capacidade de se ver e de se entender como os elementos da infraestrutura crítica e a humana, além dos órgãos públicos e agências reguladoras interferem na eficiência e na produtividade dos indivíduos e dos setores da empresa;

  • A comunicação:

    • Como competência essencial para se traduzir e disseminar o que você conhece, em termos de orientações ou de diretrizes;

    • Refere-se à capacidade de se traduzir, para entendimento simples, todos os eventos, fatores e fenômenos que você percebe que venham tanto auxiliar como prejudicar a eficiência e a produtividade do setor onde você trabalha bem como os setores adjacentes;

  • A articulação:

    • É a capacidade de se verificar antecipadamente as condições que os colaboradores e setores envolvidos terão antes de se iniciar os processos de elaboração do produto (bem ou serviço) demandado pelo cliente;

    • Também pressupõe a capacidade de buscar os meios, os recursos e os métodos necessários para compensar eventuais deficiências, permitindo que funcionários e setores deem o melhor de suas competências para aderirem à elaboração do produto requerido;

  • A coordenação:

    • É uma competência essencial para qualquer tipo de atividade conjunta ou colaborativa. A fase da coordenação que, necessariamente, deve vir após a fase da articulação as atividades, sejam administrativas ou operacionais e devem apresentar uma sequência lógica de execução. As demandas e resultados de cada atividade em cada setor são interdependentes assim, é uma competência fundamental para uma liderança eficiente;

  • O controle:

    • É fundamental para que eventuais erros ou resultados fora do gabarito ou dos parâmetros estabelecidos tenham sua correção executada de forma oportuna e sem demoras; e

  • O feedback:

    • É uma competência essencial para o encerramento do CÍRCULO;

    • Ela permite com que todos os integrantes do ecossistema produtivo tenham condições de avaliar a propriedade de suas formas de produção bem como conhecer, de forma clara e consistente, eventuais erros que carecem de correção e a forma com as correções devam ser aplicadas.

Nos anos que passei frente a mais de 400 colaboradores distintos, em mais de dez organizações diferentes, espalhadas em mais de seis estados do território, percebi ao longo das atividades de instrução, de orientação funcional ou de mentoria que o entendimento do CÍRCULO ESTRATÉGICO e das COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS era o que tornava o desempenho individual e setorial eficiente, com elevados níveis e produtividade e, portanto, competitivo.


Vale a pena tentar. Boa sorte e sucesso.

 

Esse é um artigo original do autor e professor Jefferson W. Santos.


Em caso de compartilhamento ou utilização desse material, favor dar os devidos créditos.


Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário abaixo! Adoraria saber o que você achou deste artigo.


223 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page