top of page
  • Foto do escritorJefferson W. Santos | Ad Astra

Você em sua empresa e o que resta de 2020 em diante...

Atualizado: 20 de jan.



A economia inicia sua recuperação e, inserida nela, muitas empresas e organizações públicas ou privadas. É, portanto, o momento de ser diferenciado, proativo, "vendável" e "insubstituível" para sua empresa. 


Você tem que ser eficiente e apresentar produtividade satisfatória aos anseios de sua empresa. Busque elevar esses patamares, seu emprego dependerá, substancialmente, do que você produz na ponta do lápis.

Portanto eu sugiro dicas bem simples:

  • Conheça bem a atividade que você irá executar;

  • Conheça as dinâmicas operacionais e administrativas do setor onde você trabalha;

  • Procure reconhecer o grau de dependência que seu setor tem em relação aos demais setores de sua empresa e prepare-se para compensar deficiências desses setores que lhe chegam para seu setor completar a parte que lhe é devida no projeto ou processo. Reclamar e solicitar conscientização tem pouca valia, a não ser retórica;

  • Sempre realinhe suas atividades, contribua para o realinhamento das atividades de seu setor com os objetivos da organização. Lembre-se, tudo tem um custo;

  • Antes de ter uma grande sacada e querer ficar bem na foto da direção da empresa propondo ações de responsabilidade social só porque é modismo politicamente correto lembre-se: tudo tem um custo! Essas ações dão trabalho e custo para os outros setores. Se você não avaliou e não combinou "como os russos" e a direção aceitar suas ideias muito provavelmente você ficará bem na foto momentaneamente, mas logo logo sua produtividade irá ser detonada por setores que você, com sua idéia politicamente correta e inclusiva, acabou por dar mais trabalho. A lição que fica?!?! Todo setor tem seus planos de trabalho específicos, orçamento apertados e prazos exíguos. Pergunte "pros russos" se eles podem e lhes é conveniente, também, bancar sua grande sacada;

  • Avalie seu grau de dependência de fatores econômicos tais como energia, transporte, saneamento, mobilidade urbana, telecomunicações etc etc. todo setor, toda organização depende deles para ser eficiente e ter alta produtividade;

  • Neste particular procure se informar de eventos externos venham a prejudicar o acesso aos benefícios daqueles fatores. Pense nos apagões de energia, nos alagamentos, nas greves, etc. Antecipe-se e prepare-se para agir de forma a compensar as deficiências que os demais setores terão por dificuldades com aqueles fatores;

  • Interaja, converse, reflita e negocie. Você não é o pequeno príncipe sentado olhando para uma rosa em um planeta deserto. Você depende dos demais setores e eles dependem da qualidade de seu trabalho;

  • Discuta e registre suas dificuldades. Com esses registros procure se antecipar com os outros setores corrigindo ou aplicando alternativas que venham proporcionar eficiência. Isso evita retrabalhos e desperdícios dos parcos recursos, sobretudo financeiros e logísticos que, com absoluta certeza, sua organização enfrentará;


Ao longo de mais de quarenta anos de vivência organizacional essas foram as informações que colhi fruto de muitos insucessos e não muitos sucessos, afinal, estamos no Brasil que a cada dia nos surpreende.


Espero ter ajudado de alguma forma.

Boa sorte.

71 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page