top of page
  • Foto do escritorJefferson W. Santos | Ad Astra

Silos Organizacionais

Atualizado: 18 de jan.




Em uma empresa é natural que haja, seja por questões operacionais, ou por de infraestrutura ou, ainda, por questões administrativas a necessidade de separação e de distanciamento de pessoas em grupos ou de setores.

Apesar de natural, existe a possibilidade de essa separação começa a prejudicar a harmonia vivencial dos funcionários, a interação entre os setores e, por decorrência, a eficiência, a produtividade e a competitividade de empresa. Faz-se, portanto, necessária uma avaliação das características e das condições

Silos organizacionais são grupos de pessoas que estão isoladas dos demais setores da empresa ou da organização.

Silos caracterizam-se quando uma equipe, departamento ou grupo de pessoas que estão isolados do fluxo de informações e de outras atividades comuns ou estratégicas dos demais setores de uma empresa.

O mais comum é quando os funcionários encontram pontos em comum entre si.

Essa característica faz com que os profissionais, deliberadamente -e não por imposição estratégica ou de projetos específicos- queiram incluir alguns e excluir outros.

Silos podem se formar naturalmente em função de:

  • Equipes com funções específicas;

  • Posição dentro da empresa com base no nível de experiência de funcionários ou posições hierárquicas similares;

  • Localização geográfica quando equipes são segmentadas por local de trabalho:

- No mesmo prédio mas em andares diferentes;

-Ou com funcionários remotos em outra rua, ou outro bairro, ou cidade etc.

Então, considerando-se os problemas que surgem com a formação de silos vale saber os motivadores.

Uma das causas mais comuns é quando há falta de consciência sobre a visão e sobre os objetivos da empresa. Pessoas que se aglutinam em grupo ao performar problemas demonstram desconhecer os impactos na produtividade para se atingir os objetivos da empresa.

Por uma questão de infraestrutura, eventuais separações físicas de funcionários, sejam em setores remotos (em outros andares do prédio, outra rua, outro bairro, outro estado etc.), também contribuem para a formação de silos.

Outra causa que deve ser levada em consideração é a competição entre departamentos e setores da empresa, sobretudo se houver políticas de estímulos à produtividade segmentados ou políticas específicas de remuneração diferenciada.

Um outro ponto a ser considerado é a falta de processos interativos definidos para a colaboração entre equipes. Quando inexistentes, cada equipe adotará as suas próprias ferramentas e processos para realizar o trabalho.

E quais seriam as formas de se enfrentar e eliminar ou reduzir os impactos negativos de tais práticas -formação de silos-?

Em primeiro lugar deve se considerar que pessoas são conscientes de seus atos e não autômatas que só trabalham e são influenciadas por lideranças positivas ou negativas. Segundo lugar, ao se comprometerem à aderência aos objetivos da empresa ao longo do processo de recrutamento e de seleção, a empresa tem a expectativa de que o funcionário irá se esforçar em percepção e proatividade para buscar dirimir ou reduzir toda e qualquer situação que venha a comprometer a consecução dos objetivos da empresa.

Portanto, qualquer membro de um grupo que se constitui em silos tem-se sobre ele a expectativa da solução dos eventuais problemas em conjunto com os demais que contribuem para tal prática.

As lideranças e a direção da empresa devem promover uma visão compartilhada não só entre os silos como envolvendo os demais setores da empresa. É importante que os funcionários entendam como seu trabalho contribui para o sucesso geral da empresa.

Na medida do possível implementem atividades e exercícios para formação de equipes multifuncionais e multidisciplinares. Os exercícios de formação dessas equipes incentivam a percepção de problemas, de eventuais gargalos e desenvolvem a colaboração interdepartamental e intersetorial entre seus funcionários.

Ambas sugestões precisam funcionar tendo-se, previamente, estabelecido formas e meios para se estimular a comunicação fluida e a integração entre pessoas e setores.

Os resultados podem demorar a aparecer, contudo, a partir do momento no qual todos os funcionários da empresa estejam cientes e alertas da existência e dos eventuais problemas que silos podem causar à produtividade e à consecução eficiente dos objetivos da empresa. Todos saberão que, de alguma forma, também estarão perdendo e a deliberada manutenção de silos por parte de seus integrantes tornarão a convivência com os demais menos confortável.

Então, em retrospectiva, a identificação dos impactos nocivos de silos precisa, necessariamente de ação colegiada entre os atores organizacionais:

  • o indivíduo;

  • o grupo;

  • as lideranças; e

  • os processos.

Silos organizacionais é um tema amplo e passível de existir em qualquer empresa de qualquer segmento ou ramo de atividade. Precisam de vigilância constante por parte de todos.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

DECISÃO

Comments


bottom of page